Uma gravidez aos 40 anos é considerada muito significativa no âmbito do planeamento familiar. Acredita-se que após essa idade não é possível engravidar.

Mas isso não é inteiramente verdade. Com o rápido progresso da tecnologia no domínio da inseminação artificial existem possibilidades realistas de engravidar após os 40. Por outro lado, em alguns casos, a probabilidade da mulher ficar infértil aumenta logo a partir dos 20 anos.

Probabilidade de engravidar de acordo com a idade

Após três ciclos de relações sexuais sem proteção, a probabilidade de engravidar para mulheres com menos de 25 anos é de pouco menos de 86%,. Aos 25 anos, a probabilidade reduz consideravelmente. Depois dos 35 anos, apenas 50% das mulheres irão engravidar após três ciclos de relações sexuais sem proteção.

O motivo: depois dos 20 anos as condições biológicas não são tão boas. O gráfico abaixo representa como a probabilidade de engravidar diminui, à medida que a idade da mulher aumenta.

the probability of a woman to conceive naturally declides rapidly with age

Probabilidade de infertilidade dependente da idade da mulher

Contrariamente, a probabilidade de infertilidade aumenta proporcionalmente à idade da mulher. A probabilidade é apresentada, em termos percentuais, no gráfico abaixo:

Female fertility declines in tandem with the ovarian reserves. Source: Babycenter.co.uk

É importante que as mulheres com mais de 30 anos planeiem a sua gravidez, procurando aumentar as probabilidades de conceção.

A mulher deverá alterar significativamente o seu estilo de vida. Deixar de fumar, de consumir álcool e garantir o bom suprimento dos seguintes nutrientes são essenciais para uma gravidez saudável: o Ácido fólico1, o ómega-32 (o EPA e DHA de óleos de peixe), o ferro3 e as vitaminas B4 são particularmente importantes durante as primeiras semanas e meses de gestação e consideram-se essenciais para o desenvolvimento saudável do feto.

Cerca de 85% das mulheres europeias têm deficiência de ácido fólico, devido aos seus hábitos alimentares. Uma consequência disto é a probabilidade de desenvolvimento de uma espinha bífida (lesão na coluna vertebral) aumentar em 400%.

Os médicos aconselham as mulheres que planeiam uma gravidez a tomarem suplementos nutricionais específicos. Se a mulher já estiver na sua sexta semana de gravidez, é provável que a carência de ácido fólico já tenha causado danos irreversíveis à coluna vertebral do feto.

Descubra os micronutrientes mais benéficos para a fertilidade feminina

statistics of female fertility over 40

As seguintes medidas podem ajudá-la a aumentar as hipóteses de engravidar:

 

  • Identifique qual é o seu período fértil. Durante esse período (e aproximadamente três dias antes e um dia depois) tente engravidar.
  • Imediatamente antes da fase fértil, é recomendada a abstinência do parceiro masculino.
  • O desenvolvimento do esperma pode beneficiar de uma dieta específica, por parte do homem. A sua alimentação deveser à base de nutrientes-chave para a fertilidade masculina, na qua se incluem vitaminas, aminoácidos e antioxidantes. Mais informações sobre como melhorar a produção do esperma aqui.

Bibliografia

  1. “Olsen SF, Knudsen VK. Folic acid for the prevention of neural tube defects: the Danish experience. Food Nutr Bull. 2008; 29(2): 205-9”
  2. “Jones ML, Mark PJ, Waddell BJ. Maternal dietary omega-3 fatty acids and placental function. Reproduction. 2014; 147(5): 143-52”
  3. “Pena-Rosas JP, De-Regil LM, Dowswell T, Viteri FE. Daily oral iron supplementation during pregnancy. Cochrane Database Syst Rev. 2012”
  4. “Ronnenberg AG, Goldman MB, Chen D, Aitken IW, Willett WC, Selhub J, Xu X. Preconception homocysteine and B vitamin status and birth outcomes in Chinese women. Am J Clin Nutr. 2002; 76(6): 1385-91”
Leave Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

clear formSubmit