Testes de qualidade do esperma – Kits caseiros

A infertilidade masculina representa, pelo menos, 40% dos problemas de conceção dos casais. Como tal, há um recurso cada vez maior aos testes de esperma caseiros.

Como funcionam?

Primeiro, o esperma é recolhido para um recipiente (copo) esterilizado. Em seguida, coloca-se o esperma num recipiente de teste que contém um reagente. Contudo antes de ser submetido a teste, o esperma tem de repousar 20 a 30 minutos para ficar mais líquido, uma vez que, após a ejaculação, é demasiado viscoso para ser analisado.

Seguindo as instruções específicas de cada teste, colocam-se algumas gotas da mistura obtida num dispositivo de teste OU numa lamela de plástico para serem analisadas ao microscópio.

O método da tira de teste

Os testes de esperma realizados numa tira de teste destinam-se a medir a concentração de espermatozoides numa amostra de esperma. Este resultado é obtido através a identificação e análise de proteínas específicas dos espermatozoides.

Nas tiras de teste os resultados podem ser interpretados após um curto período de tempo, geralmente de cerca de 7 minutos. Este método é semelhante aos testes de gravidez caseiros.

Um resultado positivo indica que a contagem de esperma se encontra dentro dos parâmetros “normais”. A Organização Mundial de Saúde considera normal uma contagem de 20 milhões de espermatozoides, ou mais, por mililitro de esperma.

Este teste não determinam a contagem exaca de espermatozoides nem outros parâmetros de qualidade do esperma como a morfologia ou a motilidade, apenas indicam se a contagem espermática se encontra, ou não, dentro dos valores normais – o que não deixa de ser uma abordagem muito limitada.

O método do microscópio

Os testes de esperma caseiros com recurso a microscópio são mais sofisticados. Ajudam a estimar o movimento/motilidade dos espermatozoides e, como tal, dão uma ideia mais conclusiva da qualidade global do esperma. Mais importante ainda, podem ser usados várias vezes.

Recomenda-se vivamente que o esperma seja analisado ao longo de várias semanas para que se possa estabelecer uma média caso se obtenham resultados significativamente diferentes.

Comparação de testes de esperma caseiros

 

Home Sperm Tests

  • How Does it Work?
  • Number of Tests per Kit
  • Sperm Count
    Screens for sperm count, which measures the concentration of sperm in a man’s ejaculate measured in million sperm per milliliter. A positive if sperm count is larger than the WHO minimum of 20m per milliliter
  • Sperm Motility
    Screens for sperm motility, which is the ability of a man’s sperm to move properly through the female reproductive tract (natural or internal fertilisation) or through water (external fertilisation such as IVF) to reach the egg.
  • Sperm Morphology
    Screens for sperm morphology, referring to the size and shape of sperm. Results are reported as the percentage of sperm that appear normal when semen is viewed under a microscope.
  • Semen Volume
    Semen volume refers to the total amount of semen liquid ejaculated. Between 1.0ml and 6.5ml of ejaculate per orgasm are considered normal. The World Health Organisation considers 2ml the minimum for male fertility
  • Time to Result
  • Accuracy
  • Notes

SpermCheck®

£99.00
£99.00
  • Color change
  • 1
  • Semen volume refers to the total amount of semen liquid ejaculated. Between 1.0ml and 6.5ml of ejaculate per orgasm are considered normal. The World Health Organisation considers 2ml the minimum for male fertility
  • approx 30 minutes after ejaculation
  • claims 98% accuracy
  • measuring only sperm count provides a very incomplete picture

micra
FIRST STEP

£52.00
£52.00
  • Microscope
  • 5
  • the test allows you to count the sperm yourself using a grid inside the microscope lens. This allows you to get a sperm count estimate
  • A man is considered fertile by the World Health Organization (WHO) if he has a minimum “progressive motility" (grade A+B), i.e. sperm moving in a straight line of 32%
  • a pipette is used to measure the volume (in milliliters) of the ejaculate. The World Health Organisation regards 2.0 ml as the lower reference limit for the amount of semen per ejaculation
  • approx 30 minutes after ejaculation
  • claims 95% accuracy
  • measuring *multiple* sperm parameters provides a good estimate of actual sperm quality

FertilCount
by BabyStart

£16.23two tests
£16.23two tests
  • Color change
  • 2
  • a pipette is used to measure the volume (in milliliters) of the ejaculate. The World Health Organisation regards 2.0 ml as the lower reference limit for the amount of semen per ejaculation
  • 20 - 30 minutes after ejaculation
  • claims 97% accuracy
  • measuring only sperm count provides a very incomplete picture

Male Fertility Test
by TEST POINT

£19.99two tests
£19.99two tests
  • Color change
  • 2
  • a pipette is used to measure the volume (in milliliters) of the ejaculate. The World Health Organisation regards 2.0 ml as the lower reference limit for the amount of semen per ejaculation
  • approx 40 minutes after ejaculation
  • no indications for accuracy
  • measuring only sperm count provides a very incomplete picture

No nossa opinião, o teste “Micra First Step” é o vencedor desta comparação. A sua abordagem com recurso a microscópio permite que o kit seja reutilizado várias vezes, e o teste faculta estimativas da motilidade, contagem e volume de esperma.

Em comparação, os outros três testes o “SpermCheck®“, o “Fertilcount” da BabyStart e o “Male Fertility Test” da TEST POINT apenas testam se a contagem espermática corresponde aos parâmetros mínimos da Organização Mundial de Saúde espermática (20 milhões de espermatozoides por mililitro de esperma), de forma simplista: “SIM/NÃO”.

Estes testes não dão qualquer informação sobre a qualidade do movimento progressivo dos espermatozoides e nenhum dos testes analisa a qualidade da forma dos espermatozóides (morfologia), a frutose, o pH ou os glóbulos brancos.

Vantagens dos testes de esperma caseiros

  • Os testes de esperma caseiros podem ajudar os homens a ter uma noção mais clara da sua contagem espermática. Se os resultados dos testes indicarem uma contagem normal é provável que este aspeto da saúde reprodutiva não esteja comprometido.
  • A possibilidade de realizar o teste no conforto do lar pode ser apelativa para muitos homens, sobretudo no que diz respeito à produção de uma amostra de esperma.
  • Os testes de esperma caseiros são uma forma relativamente acessível de determinar a contagem espermática, comparativamente com os custos de uma consulta numa clínica de fertilidade ou médico local.
  • São fáceis de realizar e os resultados são rápidos.

Desvantagens dos testes de esperma caseiros

  • Uma vez que os testes de esperma caseiros não são realizados num ambiente laboratorial controlado, nem sempre são rigorosos.
  • A contagem espermática é apenas um dos fatores importantes da fertilidade masculina. A motilidade (movimento), morfologia (formas), volume, glóbulos brancos e o pH também são fatores determinantes para a fertilidade masculina global.
  • Mesmo que o teste caseiro indique que a contagem espermática está dentro dos valores normais, isso não significa que não existem problemas de fertilidade.
  • Se for realizado único teste de esperma caseiro apenas se determinará uma pequena instância da saúde reprodutiva num momento específico. Isso não é o suficiente para uma avaliação global da fertilidade. Recomendam-se, pelo menos, a realização de 2 ou 3 testes para se ter uma percepção da qualidade do esperma ao longo do tempo.

O que deve ter em conta antes de realizar um teste de contagem espermática caseiro

  • O esperma demora até três meses a desenvolver-se por completo. Fazer mudanças positivas no estilo e vida e esperar três meses antes de voltar a repetir o teste irá proporcionar resultados optimizados.
  • Ejaculações regulares podem ajudar a melhorar a qualidade do esperma, encorajando a produção de novo esperma e reduzindo o esperma mais antigo que poderá ter danos no ADN1.
  • A contagem e qualidade do esperma vão reduzindo com o aumento da idade. Em média, um homem com mais de 45 poderá demorar até cinco vezes mais a conceber2.
  • Aproximadamente 96% do esperma é composto por água. Como tal, manter-se hidratado é importante para assegurar uma boa produção de esperma.
  • Para auxiliar a produção do esperma deve evitar calor ou fontes de calor perto dos testículos. Não é recomendável usar computadores portáteis ao colo, tomar banhos quentes ou passar demasiado tempo em saunas se estiver a tentar conceber .
  • Uma dieta saudável é fundamental para a fertilidade masculina. Há certos nutrientes que são essenciais para a produção de esperma. Consumir alimentos ricos nesse tipo de vitaminas, minerais, aminoácidos e oligoelementos pode aumentar a fertilidade. A administração regular de suplementação para a fertilidade masculina irá contribuir para manter os parâmetros saudáveis do esperma.

Testes de esperma caseiros vs. Testes de fertilidade

Embora alguns testes de esperma caseiros tenham algumas vantagens, uma avaliação completa da fertilidade, realizada por um especialista, é muito mais abrangente e fidedigna. Apenas os profissionais experientes e devidamente formados poderão avaliar rigorosamente todos os parâmetros do esprema e facultar-lhe uma análise aprofundada e uma explicação adequada sobre a saúde reprodutiva masculina.

Se forem realizados em ambientes laboratoriais controlados, os resultados destes testes de fertilidade são muito mais rigorosos do que os resultados dos testes caseiros.

Os homens que pretendem começar uma família deverão, em primeiro lugar, fazer mudanças positivas no seu estilo de vida, com ênfase na sua dieta.

Três meses depois, um especialista deverá avaliar a fertilidade e a condição global da saúde reprodutiva do homem. Com base nestes resultados, é possível identificar potenciais problemas de fertilidade e, quando possível, tomar medidas de tratamento adequadas.

Os suplementos para a fertilidade masculina combinam vários nutrientes, criando um poderoso comprimido para a fertilidade.

Comparámos vários produtos para si.

Bibliografia

  1. “http://www.sciencedaily.com/releases/2009/06/090630075311.htm#sthash.9JAoAtK1.dpuf”
  2. “http://jcem.endojournals.org/content/86/2/724.full#sthash.iGsKYu4D.dpuf”
Leave Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

clear formSubmit